Hey Dude… How r things going?

Sabe, poucas músicas fazem eu me inspirar em escrever um texto pro Aeroagora. Mas dias atrás, ao som de it’s a long way to the top (if you wanna rock ‘n roll) do AC/DC, me lembrei de um monstro que fica guardado no armário: o tal do plano B. Ele refere-se a uma realidade alternativa, caso seus objetivos não se concretizem. Bem, Nietzsche tem um aforisma que diz: ‘como algo pode partir da sua antítese’? Basicamente, em nosso contexto, como a felicidade e a realização pessoal podem partir de algo que não é seu destino?

Destino

Certamente você já ouviu falar no filme A procura da felicidade!? Chris Gardner e eu temos o mesmo posicionamento: não aceite plano B. Isso é admitir seu fracasso, e não buscar o que te colocou ali, ou a chave que irá lhe tirar. Para quem está fazendo o que realmente ama, não existe plano B. Entenda de uma vez por todas: o destino não é uma questão de oportunidade. É uma questão de escolha. Não é algo para se ficar esperando, e sim para ser conquistado.

Determinação (que falaremos ja já..) é como uma autobahn. Estratégia é como o esportivo alemão que te leva por esta estrada. Quanto mais regulada e sofisticada sua estratégia, mais rápido chegará. E se versátil ela for, mais potência de agir terá nos tanques quando chegar ao destino dos seus sonhos. Destino não é uma questão de sorte, e sim preparo. O que te separa do cockpit de um jato intercontinental é estar disposto enfrentar jornadas em meio a enorme adversidades, limitações e obstáculos, e mesmo assim, permanecer resiliente. Afinal, você pode sonhar estar do lado esquerdo do cockpit, não? Então tem pleno potencial de fazê-lo acontecer.

Dificuldades

A maioria das pessoas para quem falo que quero ser piloto comercial, me trata de maneira diferente. Eu pessoalmente detesto. Deixam me tratar como normal, para me tratar como se eu fosse sonhador, ou então ainda pior.. como se eu fosse rico. Bem, não sou. Trabalho em dois empregos para pagar minhas horas de voo, e ainda sim, não acompanho o ritmo necessário ou o que eu gostaria de ter. Aqui entra o que falo sempre: resiliência. Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários.

Ter plano B é dizer pra si mesmo: ‘se eu não me tornar aviador, tudo bem’.

Estratégia

Semana passada escrevi justamente sobre este tópico. Quem tem uma estratégia bem definida, entende que seu futuro é criado pelo que você faz hoje, não amanhã. E não depende de plano B. Entende também que a maioria dos seus colegas de aeroclube tem desejos e sonhos. Mas aviadores de sucesso, tiveram planos e metas, estrategicamente definidas. Estabelecer metas é o primeiro passo para tornar possível o que parece ser impossível. E estratégia é o nome do caminho que te levará do zero ao sucesso. É o que te permite que esteja contratado antes mesmo da seleção.

Entenda: plano B não é trabalhar fora de sua área por algum tempo afim de angariar fundos para sua formação. Seja ligado ou não a aviação. Plano B é admitir que sua estratégia é mal feita.

Medo

Normalmente, nós temos um plano B por pensar: ‘bom, se tudo der errado, faço isso’. Não aceite isso nem por um minuto. Esta carreira é simplesmente fantástica, se apreciada pelos motivos certos. Em nossa vida, dificuldades surgirão mesmo, isso é natural. Mas maior erro que você pode cometer na sua vida é ficar sempre com medo de cometer um. Inicie essa linha de pensamento parando de se importar com coisas que não tem controle. Pare de se distrair com coisas que não tem haver com seus planos e metas. E não se esqueça.. Seu futuro é criado pelo que você faz hoje, não amanhã.

Talvez você tenha percebido que todas as fotos deste post são referentes a Red Bull Air Race. Isto porque esses caras tem muito a nos ensinar. Eles superaram seus medos, e suas próprias limitações fisiológicas e psíquicas para voar a poucos metros do chão, em velocidades fantásticas, executando manobras de extrema precisão. São expostos em cada corrida a mais de 10 g, e mesmo assim, sempre buscam o melhor.

Determinação

Creio que talvez, seja uma das características que mais tive que desenvolver em mim. Sempre desisti fácil daquilo que queria, e talvez por isso, desisti de muitas coisa bacanas na minha vida. Determinação tem a ver com o acréscimo de características ou especificidades que limitam a extensão de um conceito, que foi inicialmente amplo e impreciso. Não achei melhor definição para esta palavra que esta.

Quem decidiu ser piloto sabe de todas as ladainhas iniciais. Pais que não aprovam a ideia, relacionamentos que se fragilizam, e um completo mar de imprecisão. Mas quem já passou pelas etapas de medo e oposição, também encontrou frente um céu claro, com teto alto, e visibilidade perfeita a frente. Querer se tornar piloto, mesmo ciente de todas as adversidades é um sinônimo de força interior, que beira o masoquismo. Mas também mostra que tem um potencial singular perante aos seus semelhantes de comandar as mudanças da sua vida.

E entenda, o êxito da sua carreira não se medirá pelos bens que você conquistou, ou então as aeronaves que voou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho. É uma característica tão única, que faz com que apenas 1% consegue efetivamente tomar café, almoçar ou jantar a 37.000 pés, quase que diariamente. Pilotos que acreditaram em suas causas, estavam determinados a fazer com que elas acontecessem.

O que separa você do cockpit e um piloto da Red Bull Air Race de chegar ao pódio é exatamente o mesmo. É o compromisso com seu preparo, paciência porque mesmo demorando sua hora vai chegar, estratégia adequada pra cada corrida, a determinação para enfrentar forças inóspitas, a disciplina para manter-se dentro do seu escopo de limites pessoal e o sacrifício.

E só pra terminar…

I tell you folks
It’s harder than it looks
It’s a long way to the top
If you wanna rock ‘n’ roll

Fly Safe, Folks. 😉

Leave a Reply